ACERVO

Custódia
século XVIII, Lisboa, Portugal

Custódia ou ostensório é um objeto geralmente feito de ouro ou prata, no qual se deposita a hóstia para exposição aos fiéis, como forma de adoração da presença real de Cristo na igreja. Usada no trono da matriz nas adorações de 40 horas e procissão de Corpus Christi.


Procedência: Matriz de Santo Antônio (Tiradentes)